VANESSA

VANESSA TRABALHANDO

Por que você deu 7.000 pontos pra ele? O homem deve ganhar mais do que a esposa. Para de graça! Ser funcionário público é moleza, né? Não vai fazer pós-graduação? Se você não está satisfeita, é só pedir conta.

VANESSA E A MATERNIDADE

Uma mulher só está completa quando tem filhos. Hoje em dia é uma loucura ter mais de um filho. Três filhos?! Você acha que é uma coelha? Meu marido me ‘ajuda’ muito em casa e com meu filho. Mãe, o que tem pro almoço? Coitadas das meninas! Não vão à festa? Eu respeito suas decisões como mãe. Mas não. Ainda bem que cesárea é no máximo 3. Mãe, o que tem pra comer hoje? Tarefa é chato. Ah, mãe…

VANESSA E OS PADRÕES DE BELEZA

Não acha que já emagreceu demais? Tá com cara de doente! Fazer atividade física na hora do almoço? Que chato, hein? Não sei como você aguenta passar o dia todo de salto. Não dói o pé? Você fica mais bonita sem óculos. Sem óculos quase não reconheço você. Esses óculos são novos? Acho que você ficaria melhor loira porque sua pele é clarinha. Toda mulher é uma princesa. Depois que casa descuida da aparência, né? Você já pensou em colocar silicone? Você não tem mais idade pra pintar o cabelo de rosa. Uma mulher deve estar sempre depilada e cheirosa.  Uma boa mulher deve ser bela, recatada e do lar.

VANESSA E A RELIGIÃO

Quanto tempo faz que você não vai à missa? Você deve colocar seu joelho no chão e rezar todos os dias. Você não vai batizar seu filho? Já pensou se sua filha vira freira? Você não quer ir para o céu? Jesus te ama, mas não tolera divorciados, gays, mães solteiras ou tatuagens.

OS HOBBIES DA VANESSA

Não cansa ler tanto? Por que você também não escreve? Você não acha que seria melhor de outro jeito? Você não enjoa de tanto chocolate? Sua cor favorita é rosa? Como assim você não gosta de bolo?

VANESSA E OS TRABALHOS DOMÉSTICOS

A responsabilidade por manter uma família feliz é da esposa. Você tem que resolver isso! Você não sabe estacionar? Nossa, eu adoro limpar a casa!

Você não gosta?

Você não gosta?

Você não gosta?

Anúncios

A Coroa

Só consigo pensar em uma palavra pra definir o livro A Coroa, de Kiera Cass: fofo!

coroa

Capas deslumbrantes em todos os livros da série

Fechando com chave de ouro a série A Seleção, a autora conseguiu surpreender e agradar aos fãs da saga com uma história cativante e romântica (bem diferente da nossa protagonista Eadlyn que é tida como fria e distante).

Depois de nos apaixonarmos pela história de conto de fadas de America e Maxon nos 3 primeiros livros, pudemos acompanhar a seleção da princesa herdeira do trono em busca de seu grande amor e do amor de seu povo. Mais do que um marido, Eadlyn quer usar a seleção para conquistar a confiança de seus súditos.

Como nos outros livros, a escrita de Cass flui super bem e tranquila. É possível devorar o livro rapidamente. Entretanto, como eu havia sentido em A Escolha, o desenrolar da história ficou corrido demais. A impressão que tenho é que a resolução de conflitos é sempre muito rápida e sem entraves nos enredos dela. Acredito que a história poderia render mais umas 50 páginas esmiuçando algumas questões como o desfecho de Josie e a reação final de Marid, por exemplo.

escolha

Onde a luta acontece!

Exceto isso, A Coroa foi escrita na medida certa para confirmar que realmente sou apaixonada por séries distópicas (desde que românticas e com um ideal político ao mesmo tempo). Prova de que conquistou milhares de fãs ao redor do mundo, A Seleção está sendo adaptada para o cinema pela Warner Bros.

Só nos resta agora aguardar o filme, já que nos livros a série aparentemente acabou.

Serial Killer Louco ou Cruel?

“Eu sou o mais frio filho da puta que você jamais vai encontrar. Eu apenas gostava de matar, eu queria matar.” – Ted Bundy –

Livro maravilhoso em que Illana Casoy expõe casos de serial killers ao redor do mundo.

Além de traçar um perfil do tipo psicopata, a autora dedica várias páginas a explicar para o leitor como é caracterizado um serial killer. O que faz um assassino ser um sociopata? Quais características o diferenciam de um matador comum? O que os leva a matar? É possível identificar um serial killer?

Serial Killer - Louco ou Cruel 2

Capa da edição que li

Respondendo a essas e as outras perguntas que vão surgindo ao longo da leitura, as 397 páginas do livro transcorrem sem grandes enroscos e podemos conhecer um pouco da vida e dos casos de alguns dos serial killers mais famosos do mundo como Ed Gein (o louco que inspirou Hitchcock a escrever Psicose), Jeffrey Dahmer (o mais famoso canibal americano) e o Zodíaco (o caso que ninguém resolveu).

Começando pelos filmes, O Colecionador de Ossos, baseado no livro de Jeffery Deaver, que li mais tarde, foi o primeiro contato que tive com os serial killers e que despertou em mim uma curiosidade que é chamada de bizarra pela minha irmã.

Depois assisti O silêncio dos Inocentes, com o grande Anthony Hopkins dando vida ao doutor canibal Hannibal Lecter e mergulhei nas 8 temporadas apaixonantes de Dexter, um anti-heroi que trabalha no Departamento de Polícia de Miami como analista forense, amante de rosquinhas e serial killer nas horas vagas.

Ao tentar responder a pergunta título do livro, percebi que exceto por 1 ou 2 assassinos confessos, a grande maioria alega insanidade e problemas mentais na hora do julgamento. Todas as alegações foram desmascaradas pela promotoria que provou mais de uma vez que um serial killer é apenas cruel.

dexter-seriado

Seriado apaixonante

Depois de ler tantos relatos sobre crimes extremamente hediondos, a carta de esclarecimento da autora ao final do livro foi uma bomba de carinho e empatia para meu coração. Illana demonstra uma sensibilidade ímpar com as palavras e uma incrível habilidade de expor um conteúdo tão pesado de forma que o leitor consiga almoçar depois. Além disso, ao abrir o coração para o leitor contando como foi o processo de construção do livro, ela me mostrou que ainda existem infinitas possibilidades e que nunca é tarde para começar a correr atrás dos nossos sonhos.